terça-feira, 30 de setembro de 2014

ABSURDO :Homem que esfaqueou o filho se apresenta à Polícia, mas não fica preso !



Márcio dos Santos Mendes, acusado de ter ferido gravemente o próprio filho, de seis anos de idade, com uma facada na barriga, se entregou à Polícia na tarde dessa segunda-feira (29/09) na Delegacia de Polícia Civil de Luís Correia. Mesmo com várias provas contra o acusado da tentativa de filicídio, o pai da vítima não foi preso por se encontrar fora do tempo que a lei determina o flagrante. Segundo a Polícia, a agressão aconteceu por volta das 22h da última sexta-feira (26/09) no trecho conhecido como morro da Tatajuba, próximo à praia do Macapá, em Luís Correia, litoral do Piauí.

Segundo o delegado de Polícia Civil de Luís Correia, João José Pereira Filho, o acusado se apresentou na delegacia na tarde de segunda-feira (29) por volta das 13h, na companhia de um advogado e de seus pais. Na oportunidade, o delegado “JJ” ouviu Márcio Mendes que informou à autoridade policial que só falará perante o juiz. De acordo com informações, o garoto de seis anos ainda continua internado no Hospital Estadual Dirceu Arcoverde (HEDA) e não corre risco de vida. Ele foi ouvido de maneira informal na manhã desta terça-feira (30) no próprio hospital.

“O advogado dele acertou comigo a apresentação do acusado e no horário marcado ele compareceu à delegacia. Ele não continuou preso porque não teve flagrante e não havia nenhum mandado de prisão preventiva ou temporária. Estamos ouvindo toda a família, pois quase não se tem testemunhas. Já ouvimos a criança, e ainda iremos ouvir o depoimento da mãe e da avó do garoto. Ele não contou nada, mas informou que feriu a criança e depois ligou para a família avisando. Já o restante do depoimento, o acusado informou que só falará em juízo, e isso é uma garantia constitucional”, explicou o delegado João José Pereira Filho.

Delegado de Polícia Civil de Luís Correia, João José Pereira Filho. (Foto: Kairo Amaral)


Entenda o caso

Após esfaquear o próprio filho, Márcio Mendes ligou para seu pai informando o acontecido. Depois de entregar a criança para o avô, que tem residência no centro de Luís Correia, o acusado fugiu. O menino foi levado para o Hospital Estadual Dirceu Arcoverde (HEDA) e estava com vísceras expostas. A Companhia Independente de Policiamento Turístico (CIPTUR) investigou o caso e realizou diligências no sentido de capturar o acusado, mas não obteve êxito.


Policiais da CIPTur realizaram diligências, mas não obtiveram êxito em capturar o acusado.
O menino havia sido sequestrado pelo pai no dia 26 de setembro e foi levado para a casa de seus avós paternos. Márcio também informou sua companheira do que fez, pouco depois de ter ferido o garoto. Ele não se conformava com a exigência dela de querer a separação do casal.

fonte : F5/Kairo Amaral

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe sua opinião. Ela é muito importante para nós...