quarta-feira, 12 de setembro de 2018

Após 40 horas, IML recolhe corpo de homem encontrado em Castelo do Piauí

O atendimento do Instituto Médico Legal (IML) de Teresina tem sido alvo de críticas pelos que precisam dos serviços do órgão em todo o Piauí. Em Castelo do Piauí, o corpo de um homem foi encontrado morto na zona rural do município, e só após 40 horas o IML foi até a cidade recolher o corpo que estava no necrotério do Hospital Nilo Lima.



A família da vítima está indignada com a situação, pois não vai ter o direito de velar o corpo do castelense, que foi levado para Teresina para constatar a causa da morte e já está em estado de decomposição.

Francisco Eugênio foi encontrado morto nas margens da linha do trem, entre as comunidades Barro Branco e Resfriado, na tarde do último domingo (09/09).

De acordo com informações de funcionários do IML, a demora se deu por conta de uma informação errada repassada à equipe que se deslocou para pegar o corpo. Eles teriam recebido a informações que o caso teria acontecido na cidade de Pedro II.

Fonte: Tribuna em foco

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe sua opinião. Ela é muito importante para nós...