sexta-feira, 28 de outubro de 2016

Homicídios diminuem, mas mortes por assaltos aumentam no Piauí






Homicídio doloso reduziu de 685 em 2014 para 609 em 2015. Apesar do dado positivo, os casos de latrocínio, em números absolutos, aumentaram de 35 para 47 nos últimos dois anos no Estado.


Lesão corporal seguida de morte também é outro crime letal intencional que teve redução no Piauí, saindo de 14 em 2014, para 11 em 2015. Os dados são apresentados no 10º Anuário Brasileiro de Segurança Pública, cuja divulgação acontecerá no dia 03 de novembro.


No total, o Piauí registrou 667 mortes violentas intencionais (MVI) em 2015, ou seja, 67 a menos que em 2014, quando o Estado contabilizou 734 mortes desse tipo. As mortes violentas intencionais consideradas pelo Anuário Brasileiro de Segurança correspondem à soma das vítimas de homicídio doloso, latrocínio, lesão corporal seguida de morte e mortes decorrentes de intervenção policial em serviço e fora de serviço.


Levando-se em conta os números absolutos a taxa de mortes violentas intencionais no Piauí decresceu de 23 por mil habitantes em 2014 para 20,8 por mil habitantes em 2015, o que representa uma redução de 9,4% no número total de mortes em dois anos no Estado.


Mortes envolvendo policiais

Ainda de acordo com os dados do 10º Anuário de Segurança, três policiais civis e militares foram mortos em situação de confronto quando estavam em serviço no ano passado. O dado é considerado preocupante, uma vez que, em 2014, não havia se registrado mortes de profissionais da segurança nessa situação. Já com relação a mortes de policiais civis e militares em situação de confronto fora de serviço, em 2014 o Piauí registrou três mortes. Em 2015, houve apenas uma nessa situação.


Outro dado apresentado diz respeito às mortes decorrentes de intervenção policial em serviço e fora de serviço no Piauí. Em números absolutos, 2014 teve 16 mortes em situações deste tipo, e em 2015, esse número subiu para 18.


Fonte: Portal O Dia

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe sua opinião. Ela é muito importante para nós...