quinta-feira, 7 de julho de 2016

MORREU MAIS UM DESVALIDO, FILHO DE NINGUÉM





Nós, visitantes de todos os dias da Praça da Graça o conhecíamos. Usuário de álcool, comendo do lixo, muitas vezes, incomodando pessoas, um ser invisível, para muitos. Mais um filho de ninguém, que vivia desamparado de todos, sem nenhum olhar do poder público, que entende não ser problema dele cuidar das pessoas, seres humanos, filhos de Deus, também.(BSilva)

"Poucos sabiam o verdadeiro nome dele, o chamavam de "Cauby" , moradores das imediações do centro da cidade ou que por la passam, pelo menos alguma vez, viram Alberto Jorge de Souza Lima, de 41 anos de idade, perambulando por ruas, praças e avenidas, e na maioria da vezes mexendo em depósitos de lixo. Pois bem, ele sumiu nos dias das áreas que frequentava e BLOG DO PESSOA foi atrás de saber o que tinha acontecido. Descobrimos que o pai (apelido Cabeleira), já que mãe teria morrido quando Cauby ainda era criança, mora no Conjunto HBB na Quarenta e lá ele nos confirmou que o mesmo foi agredido por faca, foi internado e não resistiu aos ferimentos e morreu".(Blog do Pessoa)

Outros existem, incomodando nas igrejas, nas praças, dormindo em frente de agências bancárias, sem que nenhum órgão da Prefeitura ou do governo do Estado se manifestem em favor desses seres quase invisíveis. E se fossem seus filhos?
Dizem que um dos piores pecados do ser humano é a omissão. Pensem nisso (BSilva)

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe sua opinião. Ela é muito importante para nós...