sábado, 29 de agosto de 2015

Entenda a Marcha dos Prefeitos

Prefeitos tomam ruas de Teresina em protesto contra crise nas prefeituras

Caminhada seguiu pela Frei Serafim e terminou no Palácio de Karnak.
Gestores alegam falta de dinheiro para honrar compromissos nas cidades.

Gestores protestaram nesta quinta-feira (27) em Teresina (Foto: Gustavo Almeida/G1)

Dezenas de prefeitos do Piauí realizaram um protesto na manhã desta quinta-feira (27) em Teresina. Os gestores cobram providências do governo federal contra as dificuldades financeiras que afetam os municípios. O ato começou por volta das 9h na Assembleia Legislativa do Piauí, onde os gestores foram recebidos pelo presidente do Poder Legislativo e outros deputados estaduais.

Presidente da APPM encabeça movimento de
gestores municipais (Foto: Gustavo Almeida/G1)

Uma carta com diversas reivindicações dos prefeitos foi entregue aos deputados e em seguida os políticos saíram em caminhada pelas ruas da capital. Um dos sentidos da avenida Frei Serafim foi tomado pelos gestores. De acordo com a Associação Piauiense de Municípios (APPM), 154 prefeitos participaram do ato.

Prefeitos caminharam até o Palácio de Karnak em
Teresina (Foto: Gustavo Almeida/G1)

“Não temos mais condições de manter as despesas geradas pelos programas federais que são jogados para os municípios. As prefeituras esgotaram completamente seus recursos, pois o governo transfere o ônus, mas esquece o bônus”, falou o presidente da APPM, Arinaldo Leal, depois de ler a carta municipalista para os prefeitos.

A maioria dos gestores municipais alega que as prefeituras enfrentam sérias dificuldades até mesmo de pagar as despesas mensais e honrar a folha salarial dos servidores. Segundo eles, o pagamento do 13º salário no fim do ano também está ameaçado caso uma atitude não seja tomada para ajudar os municípios.

“Esse ato é um pedido de clemência, pois as prefeituras estão agonizando. Na minha cidade 57% da receita está comprometida com a folha salarial dos servidores e somente de combustível são gastos R$ 95 mil por mês, tudo isso com um Fundo de Participação dos Municípios muito baixo”, disse o prefeito de Simões, a 440 km deTeresina, Francisco Dogizete (PROS).

Prefeitos caminharam até o Palácio de Karnak em Teresina (Foto: Gustavo Almeida/G1)

O prefeito de Anísio de Abreu, a 568 km de Teresina, Isaac Antão Ribeiro (PDT), também relatou que a cidade enfrenta sérios problemas devido os baixos repasses feitos às prefeituras. Segundo ele, o município tem quase 10 mil habitantes, mas recebe o mesmo valor do FPM daqueles que possuem 3 mil habitantes.

Governador recebeu prefeitos no Palácio de Karnak
e ouviu reinvindicações (Foto: Gustavo Almeida/G1)

“Chega um momento na prefeitura que o gestor tem que escolher se paga os servidores ou os fornecedores. Chego a pagar R$ 160 mil por mês só para Instituto Nacional do Seguro Social (INSS)”, comentou o prefeito.

Fazendo duras críticas ao governo federal e aos gritos de 'prefeitos unidos, jamais serão vencidos', os gestores municipais caminharam até o Palácio de Karnak para entregar a carta ao governador Wellington Dias (PT).

O governador recebeu os prefeitos na frente da sede do governo, ouviu as reivindicações e prometeu apoiar a luta dos gestores.
Governador recebeu prefeitos no Palácio de Karnak e ouviu reinvindicações (Foto: Gustavo Almeida/G1)

“Estão corretos os municípios de terem união nesse momento. Reforço o compromisso de estar junto com os prefeitos, pois o governo do estado será parceiro nesse momento de dificuldade. Vamos priorizar obras inacabadas e formar um grupo de trabalho entre municípios e estado para dialogarmos com o governo federal”, falou o governador.
fonte : G1/Pi

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe sua opinião. Ela é muito importante para nós...