sábado, 23 de junho de 2018

Viaturas das polícias militar e civil funcionam na base de 'gambiarras' no Litoral do Piauí

Situação foi flagrada nos veículos das polícias militar, civil e do Instituto Médico Legal (IML). A Secretaria de Segurança informou que os problemas estão sendo resolvidos.


Corda foi utilizada de improviso para fechar a porta do carro do IML (Foto: Reprodução/TV Clube)

A situação das viaturas utilizadas pela segurança pública na cidade de Parnaíba, Litoral do Piauí, está caótica. Os poucos veículos que ainda estão nas ruas funcionam na base de 'gambiarras' e outros estão parados na garagem. A Secretaria de Segurança informou que os problemas estão sendo resolvidos.


No Instituto Médico Legal (IML), o motorista do carro precisa descer para fechar a porta que se abre sozinha. Em algumas ocorrências até uma corda foi utilizada para amarrar o trinco da porta. Por sorte, nenhum cadáver caiu em via pública "É uma gambiarra", declarou o motorista.


A coordenação do IML providenciou esta semana a implantação de duas fechaduras com cadeados, oficializando o improviso. "Nós colocamos dois cadeados na porta, o que vai impossibilitar agora esta abertura constante da porta", disse Laurentino Caland, coordenador do Núcleo de Polícia Civil.


O Sindicato dos Policiais Civis do Piauí (Sinpolpi) denuncia também que o veículo, usado também em mortes violentas em quase 20 municípios do Norte do estado, pode ser apreendido a qualquer momento.

"A empresa que fez essa locação não adequou o documento, para que esse carro possa trafegar fazendo o trabalho de IML no recolhimento dos corpos", explicou o presidente do Sinpolpi, Constantino Júnior.


Na Polícia Civil mais problemas. Na Delegacia de Combate ao Homicídio, Tráfico de Drogas e Latrocínio de Parnaíba (DHTL) está com os inquéritos de crimes violentos acumulados, porque os policiais estão impossibilitados de investigar os casos, pois não há uma viatura à disposição.


Gambiarras também nas viaturas da Polícia Militar de Parnaíba. Em um dos carros um arrame é utilizado para segurar o para-choque. Há informação é que o veículo sofreu um acidente em agosto do ano passado e até agora não houve conserto.


Em Parnaíba existem oito viaturas para uma população para mais de 150 mil habitantes. A Secretaria de Segurança prometeu adquirir 10 veículos para o batalhão, mas apenas dois chegaram e estão parados na garagem.


"Estamos fazendo todo um planejamento para ser empregado nessas viaturas", informou o comandante do 2º Batalhão da Polícia Militar.


Em nota, a Secretaria de Segurança informou que não há ilegalidade no veículo que faz serviço de remoção de cadáveres na região de Parnaíba. Assim como em Teresina, o veículo foi adaptado para ser utilizado no trabalho.


Sobre a viatura da Delegacia de Homicídios, a assessoria informou que o veículo se envolveu em um acidente e teve de ser encaminhado para uma oficina, mas deve ser liberado nos próximos dias. A PM informou que as duas viaturas que estão paradas serão empregadas esse fim de semana. As outras oito ainda não foram pagas e a medida que a polícia for adquirindo vão ser repassadas ao município de Parnaíba.


Fonte; PITV 2ª Edição

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe sua opinião. Ela é muito importante para nós...