sexta-feira, 6 de julho de 2018

Terceirizados da 'Limpel' em Parnaíba denunciam atraso de dois meses de salários

Funcionários terceirizados da Limpel, que prestam serviçoes na UESPI e Agespisa, reclamam que estão com dois meses de atraso de salários.


Mais uma vez a informação vem da esposa de um funcionário da Limpel que não quis se identificar, mas que está indignada com esta situação. Segundo declarações dela “Tem 50 pai e mãe de família sem receber dinheiro .estão com dois meses sem receber dinheiro. AINDA ficam com chateação. Está achando ruim. Peça demissão. Não tem respeito pelo ser humano”, enfatizou.


Sem pagamento, muitos funcionários já estão em situação financeira delicada. Os fornecedores se recusam a vender para esses funcionários que por não receberem não têm como honrar suas dívidas. As contas de água e luz estão vencendo e sujeitas a corte.


A Limpel já foi alvo de inúmeras reclamações desta natureza. Os funcionários acreditam que o atraso no pagamento – não justificado claramente pela empresa – seja consequência da falta de compromisso do Estado com a Limpel. Com a nova lei, a empresa contratante dos serviços, no caso em tela, o Estado do Piauí, passa a ser também responsável solidário pelo atraso, podendo ser penalizado conjuntamente com a Limpel.


O outro lado

Não conseguimos contato com representante da empresa em Parnaíba, mas nos colocamos a disposição da empresa para os esclarecimentos julgados necessários.


Por: José Wilson | Jornal da Parnaíba

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe sua opinião. Ela é muito importante para nós...