quarta-feira, 6 de junho de 2018

Suspeito de matar a esposa a facadas promete se entregar nas próximas horas

Cunhado e amigo que ajudaram na fuga devem responder pelo crime de favorecimento pessoal.


O mecânico suspeito de matar a própria esposa na zona rural de Luís Correia, na noite do último domingo (3), teria se comprometido a entregar-se à Polícia nas próximas horas. A informação foi repassada ao portal O DIA pelo major Danilo Palhano, comandante da Companhia Independente de Policiamento Turístico (CIPTur), situada na cidade litorânea, a 350 km da capital.

A professora Selene Veras e o marido, acusado de tê-la matado com mais de 20 golpes de um instrumento perfuro-cortante

Raimundo Neto fugiu logo após matar Selene Veras Roque, e teria recebido a ajuda do cunhado e de um amigo para se evadir do local do crime - a residência onde o casal morava, no povoado Lameiro.

A vítima, que era professora, foi assassinada com 26 golpes de um objeto perfuro-cortante.

Por conta da ajuda ao suposto assassino, o cunhado e o amigo de Raimundo Neto foram presos em flagrante, levados à delegacia e liberados em seguida, após prestarem depoimento e se comprometerem a auxiliar nas investigações.

Mesmo com o compromisso de colaborar com a Polícia e com a Justiça, ambos devem responder pelo crime de favorecimento pessoal, previsto no artigo 348 do Código Penal, cuja pena é de detenção de um a seis meses e multa.

Portal O Dia

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe sua opinião. Ela é muito importante para nós...