terça-feira, 15 de maio de 2018

Acusada de matar pai e filho faz post no Facebook e fala do crime

No post, ela diz ter matado por vingança e diz não se arrepender

(Crédito: Reprodução/Facebook)


Uma das suspeitas de matar pai e filho na última sexta-feira (11) em Floriano, no Sul do Piauí teria feito uma postagem no facebook dizendo não se arrepender do crime cometido e explicando os seus motivos para fazê-lo.



A mulher, que foi identificada pela polícia como Francinéia Guedes Rodrigues, 25 anos, teria feito o post para homenagear a sua mãe. Nas redes sociais ela se identificou como "Mell Conha".


No post, a jovem diz que o seu parceiro identificado pela polícia como Denys não tem nada a ver com o crime, que ele é inocente e ela seria a culpada. "O Denis não matou e nem atirou em nem um não fui eu", escreve a jovem.


Francinéia confessa que matou por vingança devido uma das vítimas ter assassinado o seu pai e acrescenta que só matou o filho do assassino de seu pai porque ele teria se metido na hora do crime


."O filho dele só morreu porque queria mim matar lá na hora se meteu onde não cobi ele estava armado também só qu eu fui mais rápida", disse a jovem.


A polícia ainda não localizou Francinéia e o post foi feito no facebook no domingo, Dia das Mães.


VEJA POST NA ÍNTEGRA:

Mãe primeira mente quero te agradecer por mim colocar no mundo agradeço a Deus e vc feliz dias das mãe mãe saiba q por ti eu faço o que for ... mãe que Deus te der muintos anos d vida e saúde paz conforto e tudo d bom to sem cabeça pra te falar mais coisas tá mais saiba que com o pior ou melhor nos tem uma pessoa muinto maravilhosa nas nossas vida meu pai do céu nosso Deus é ele que vai tá sempre nus protegendo a mim a vc e os meus irmão hoje to triste por 2 coisas por não tá do seu lado pra te abraçar e te desejar feliz dias das mãe outra tristeza é que o meu amigo 😍😢pcr tá pagando por uma coisa que ele não tem culpa eu sim tenho vcs aí saiba que a pior coisa do mundo é vc não ter um pai na terra pra te dar o que vc precisa pra te defender eu sofro até hoje pela perda do meu pai e todos os meu irmão sente o mesmo fis e não mim arrependi não pq só Deus e minha mãe e meus irmão sabem o sofrimento que passamos .. passamos por muintas coisas depois que aquele disgraçado matou o meu pai 😢agente era criança e precisava do nosso pai pra nus educar chegamos aperde a escola pq agente não tinha como tomar café faltava até o sabão pra lavar nossas fardas e água ficamos sem energia pq tudo era o meu pai que comprava e pagava pq era so ele que trabalhava pra nus sustenta .. mais vcs que tão falando mal d mim é pq não passou pelo que passamos eu e meus irmão e minha mãe nem um de vcs sabi o que eu e minha família passamos e sentimos até hoje 😤aquela alma cebosa matou meu pai e queria matar eu e meus irmão ele já chegou matar o pai d um amigo ele era uma desgraça mais morreu foi eu o meu pcr não tem culpa ele não fez nada não fui eu que fiz mais fiz por vingança e o filho dele só morreu pq queria mim matar la na hora se meteu onde não cobi ele tava armado também só que eu fui mais rápida agradeço a Deus por mim dá esse livramento eu não queria o filho não eu só queria o pai se um dia vcs mim pegar quero câmeras pra mim contar a minha história do começo au fim nem um serumano é perfeito eu tinha que fazer isso ou eu e meus irmão irião morre pq ele sempre falava pra muintos que ia nus matar ele já chegou a ir na Praça da guia com uma vinte pra matar um d nois mais não achou nem um pq Deus é com nois e ele já mais iria permit que aquela alma cebosa matasse algum d nois meu pai era a minha vida e a vida dos meus irmão não mim arrependo d nada e outra o Denis não mato


ENTENDA O CASO  

Pai e filho, identificados respectivamente como Fabrício da Costa Reis, 37 anos e Douglas Ribeiro da Silva, 18 anos foram assassinados nesta sexta-feira (11) no bairro Santa Rita, em frente ao Teatro Cidade Cenográfica, em Floriano, localizado a 256 Km de Teresina.


A polícia identificou os dois suspeitos de cometer o crime como sendo Denys que foi alvejado e estava internado no hospital em Floriano e Francinéia Guedes Rodrigues, 25 anos, que está foragida.Guedes Rodrigues, 25 anos, que está foragida.


Segundo o Delegado Bruno Oliveira, da Delegacia da Polícia Civil de Floriano, a causa da execução seria vingança, pois Francineia teve o pai assassinado por Fabrício, um dos que foram executados. Ele chegou a ser condenado ficando cerca de 12 anos presos pelo crime.

Fonte: Portal Meio Norte, com informações do jc24horas

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe sua opinião. Ela é muito importante para nós...