quarta-feira, 14 de março de 2018

Homem armado ameaça funcionário da Eletrobras para impedir corte de energia


Morador ameaçou técnico da Eletrobras usando uma arma de pressão. Homem foi conduzido ao Greco e liberado após assinar Termo Circunstanciado de Ocorrência (TCO).

Arma de pressão a gás calibre 4.5 usada para ameaçar funcionário da Eletrobras. (Foto: Divulgação/ Polícia Militar)


Um homem usou uma arma de pressão visualmente semelhante a uma arma de fogo para intimidar nessa terça-feira (13) um técnico da Eletrobras que tentava fazer o corte da energia de sua casa, localizada no bairro Piçarra, Zona Sul de Teresina. O homem foi conduzido para a sede do Greco (Grupo de Repressão ao Crime Organizado), assinou um Termo Circunstanciado de Ocorrência por ameaça e foi liberado.


De acordo com o delegado Laércio Evangelista, responsável pela investigação de crimes relacionados ao furto de energia elétrica, o homem não chegou a disparar contra o funcionário da Eletrobras, mas fez ameaças. “Ele ameaçou, tentou intimidar o funcionário e fez agressões verbais”, contou o delegado.


A arma utilizada pelo homem para fazer as ameaças foi uma pistola a pressão a gás de calibre 4,5mm, que não é uma arma letal. Mas se usada para prática criminosa, pode ser considerada como simulacro de arma de fogo por conta da semelhança com uma pistola.


Por a ameaça se tratar de um crime de menor potencial ofensivo, o conduzido assinou um TCO e foi liberado. A casa do homem constava no sistema da Eletrobras para ter o fornecimento de energia cortado por falta de pagamento. Apesar das ameaças, de acordo com o delegado Laercio, o homem teve a energia cortada.


A Eletrobras - Distribuição Piauí - lamentou o ocorrido por meio de nota e disse que a equipe de técnicos contou com o apoio de policiais do Greco, e que o trabalho foi concluído.


Leia abaixo a íntegra da nota da Eletrobras.



Nota de Esclarecimento – ameaça à equipe de eletricistas


A Eletrobras Distribuição Piauí lamenta a ameaça feita aos colaboradores enquanto estes executavam o serviço de suspensão de energia por inadimplência do consumidor.


No momento da ocorrência, a Empresa contou com o apoio de policias do Grupo de Repressão ao Crime Organizado (Greco) e o trabalho da equipe foi concluído.


A Distribuidora informa que sempre realizou os serviços dentro da legalidade e que tomará as medidas necessárias para coibir esse tipo de ação.

Fonte: G1 PI

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe sua opinião. Ela é muito importante para nós...