sexta-feira, 23 de fevereiro de 2018

Alex Gêmeo é baleado e comparsa morre em troca de tiros com a PM em Parnaíba

Polícia Civil desencadeia “Operação Geminus” e prende Alex Gêmeo; na operação houve troca de tiros e Alex foi atingido 03 vezes e seu comparsa “Pertubinha” foi morto no tiroteio.


Alex "Gêmeo", sem camisa, foi alvejado com três tiros e "Pertubinha" morto durante troca de tiros com a PM

Na manhã desta sexta-feira (23), por volta das 5h, a Polícia Civil do Estado do Piauí, através da Delegacia de Homicídios /Tráfico de Drogas/Latrocínio - DHTL e Núcleo de Inteligência da Planície Litorânea - NI-PHB, com o apoio da Delegacia de Crimes contra o Patrimônio - DEPATRI, Polícia Militar - BOPE, deu cumprimento a mandado de busca e apreensão e prisão em desfavor de Alex dos Santos Nunes, vulgo "Gêmeo".

Alex é foragido do sistema prisional desde fevereiro de 2017, ocasião em que fugiu da penitenciária Irmão Guido, na cidade de Teresina, e é suspeito de vários homicídios na cidade de Parnaíba e Luís Correia, bem como envolvimento em tráfico de drogas e vários outros delitos.

Alex dos Santos Nunes o Alex Gêmeo

Na ocasião do cumprimento do mandado, ocorrido na Quadra "D" Conjunto Rosa dos Ventos no Bairro São Vicente de Paula, houve reação por parte de Alex e seu comparsa, Ricardo Pereira de Sousa, vulgo "Pertubinha", um dos marginais mais perigosos do litoral, momento em que ocorreu uma troca de tiros, ocasionando a morte deste último e a prisão de Alex, alvejado com três disparos de arma de fogo.

Segundo o delegado Eduardo Aquino, da delegacia de Combate ao Homicídio, Tráfico de Drogas e Latrocínio (DHTL), o nome da operação, Gêminus, faz referência a um dos alvos que é gêmeo, o irmão, Alan do Santos Nunes, o Alan "Gêmeo", está preso. A operação ocorreu em conjunto entre as policiais Civil e Militar. Ricardo respondia na Justiça pelos crimes de roubo, tráfico e homicídio, bem como Alex. Ambos eram fugitivos do sistema prisional do Estado.


Alex "Gêmeo" baleado em estado grave dando entrada no Hospital Estadual Dirceu Arcoverde, em Parnaíba.

Alex foi conduzido para o Hospital Estadual Dirceu Arcoverde (Heda), sendo sua situação clínica gravíssima. Ele está passando por uma cirurgia delicada neste momento. Policias fazem plantão no HEDA de Parnaíba onde "Alex Gêmeo" esta sendo operado por uma equipe médica daquele nosocômio, depois de ser alvejado por tiros da policia ao reagir a ordem de prisão.


Ricardo Pereira de Sousa, vulgo "Pertubinha", foi morto na troca de tiros com a PM.

Além da prisão de Alex Gêmeo foram apreendidos dois revólveres, munições e um carregador de pistola ponto 40 que estava em poder da dupla.

A Polícia Civil aproveita o ensejo para solicitar à população local a realização de denúncias anônimas de crimes, medida esta que tem surtido efeito e traz benefícios a sociedade. Para denunciar basta clicar no link a seguir e preencher os campos: bit.ly/denunciapcphb.


Foram apreendidos dois revólveres, munições e um carregador de pistola ponto 40
Jornal da Parnaíba

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe sua opinião. Ela é muito importante para nós...