terça-feira, 5 de setembro de 2017

REPERCUSSÃO NACIONAL - Pelo menos cinco seguranças de Lula espancaram funcionário da Caixa do Piauí

O Antagonista entrou em contato com o delegado Ademar da Silva Canabrava, responsável pelas investigações do espancamento, na noite do último sábado, do funcionário da Caixa Econômica Herbert dos Santos Matos Júnior.
O fato ocorreu quando Lula chegava a um jantar com a “militância” no clube da Apcef em Teresina.

As investigações preliminares indicam que a vítima foi agredida com socos e pontapés por pelo menos cinco seguranças do ex-presidente.
Herbert deixou a UTI e recebeu alta do hospital hoje. Ainda não tem condições de fazer exame de corpo de delito.

Um filho da vítima registrou a ocorrência nesta tarde e contou ao delegado que o espancamento ocorreu por volta das 21h do último sábado e que o pai ficou em estado “bastante grave”.
“Além de ser espancado em uma sala dentro do clube, seguranças do ex-presidente jogaram o homem em uma via pública. Ele só foi socorrido porque algumas pessoas que passaram pelo local viram a gravidade dos ferimentos”, afirmou o delegado.
Ainda segundo informações que constam no boletim de ocorrência, Herbert foi agredido até ficar desacordado.

No meio da confusão, desapareceram um celular, um carregador de celular e os óculos da vítima.
“Vamos investigar, mas, ao que tudo indica, trata-se de um crime de lesão corporal grave e identificaremos os autores”, disse o delegado .


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe sua opinião. Ela é muito importante para nós...