sexta-feira, 19 de maio de 2017

Vereadores Paulo Cazuza e Francilda Paz cobram mais empenho da Prefeitura na Sáude e Educação e outros serviços básicos



Hoje, durnate a Sessão Ordinária da Câmara dos Vereadores, no uso da palavra, o Vereador Paulo Cazuza mais uma vez questionou a falta de vontade da Prefeitura em resolver problemas básicos na Saúde e na Educação.

Na área da saúde, muitas UBS estão paradas sem atendimento por falta de médico, as vezes por falta de transporte para levar o médico.

Na Educação, muitos alunos estão sem aula até hoje por falta de professores, e o não cumprimento das cargas horárias é uma realidade que assusta pais e alunos.

A desculpa era a realização do teste Seletivo, passado o teste, qual é desculpa para não se contratar os professores que estão faltando? questiona o vereador.

O vereador Paulo Cazuza é um vereador que vive a realidade do dia a dia, tentando solucionar os problemas de hoje, procurando as melhorias, ao contrario de outros que buscam no passado a desculpa para não fazer bem feito no presente.


Já a Vereadora Francilda Paz, também no uso da palavra disse que sente muita tristeza quando quando abre as redes sociais e se depara com inumeras reclamações da população, que clama por um pouco de atenção por parte da prefeitura. Hoje, em Luis Correia falta os serviços básicos como limpeza e iluminação, mesmo com licitações milionárias, o mínimo não está sendo feito.

A vereadora também comentou sobre a grande falta de incentivo para os jovens. Na abertura do ECPT, apareceram muito poucas pessoas e de todas as agremiações, que são cerca de 16, apenas compareceram umas 4 ou 5, deixando a desejar muito diante do prometido pela atual gestão.

Também se mostrou indignada com a prefeitura em relação ao tratamento dado aos requerimentos feitos pelos vereadores. requerimentos importntes, que visam a melhoria da vida dos moradores, como iluminação, limpeza de ruas, abastecimento de água,  melhoris de estradas vicinais ,entre outros serviços, mas que são ignorados e engavetados pela administração.

Destacou por último, a necessidade urgente da contratação de professores através do seletivo, já que até hoje tem alunos sem aula. Disse que a Secretária de Educação pede calma e paciência, mas já se ultrapassou o limite da calma e da paciencia  e pede que alguém tome providências imediatas.

por Daniel Fossey

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe sua opinião. Ela é muito importante para nós...