quarta-feira, 7 de dezembro de 2016

Policial do Bope é executado a tiros na porta de academia


Cabo do Bope saía do estabelecimento quando foi abordado por criminosos que atiraram



Um cabo do Bope (Batalhão de Operações Policiais Especiais), identificado como Claudemir Sousa, foi assassinado na noite desta terça-feira (06/12) no bairro Saci, Zona Sul de Teresina. Segundo informações de testemunhas, dois homens chegaram em um veículo e ‘descarregaram’ uma arma no peito da vítima, que morreu no local.


O Samu (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência) foi chamado, mas já havia sido constatada sua morte. Câmeras de segurança registraram o momento em que o policial tenta sair na sua moto quando a dupla chega e efetua os disparos.


Segundo informações da polícia, os autores do crime andavam em um Uno Vivace, modelo novo, de cor preta.


A academia Adrenalina Fitness, onde a vítima frequentava, fica localizada na avenida principal do bairro e várias pessoas escutaram os disparos.


Pessoas próximas a Claudemir afirmam que ele havia chegado de um trabalho da Força Nacional há cerca de 15 dias. Uma das câmeras de segurança que poderia ter filmado com nitidez a ação estava virada e há suspeita de que os criminosas tenham tentado movê-la para evitar registros do crime.


O homicídio aconteceu por volta de 21h e duas horas depois a perícia chegou ao local. A principal hipótese é que se tratou de um crime de execução e que os criminosos estavam vigiando a vítima.


- Uma das últimas fotos da vítima na academia que malhava






____________________________________________________


UM ESTADO DE CÓCORAS (CADÊ O ESTADO?)


Por Rômulo Rocha
(Às 00h31)


O Estado, a unidade da Federação a que deram o nome de Piauí, que compõe um Estado Democrático de Direito, está agachado em meio à violência e à criminalidade. Atacaram na noite deste 6 de dezembro um membro do Estado. Um jovem que acabara de chegar da Força Nacional. Contaram que estava em Brasília há poucos dias, ou Rio de Janeiro, seja onde for. No corpo, segundo as informações iniciais, possuía 4 tiros na altura do tórax e 1 em uma das pernas. No dia em que se via com um certo ‘alívio’ e até se ‘comemorava’ – olha a que ponto chegamos – o fato de nada ter acontecido com a Miss Piauí Lara Lobo e Nelito Marques, ambos vítimas de momentos difíceis na residência do jornalista, após sofrerem um assalto e um arrastão, passado o susto, explodiam nas redes sociais informações sobre a morte desse integrante do BOPE, o jovem Claudemir Sousa. Até por uma questão de respeito à corporação era preciso se ir ao local. Todos nós estamos em um Estado agachado, de cócoras, todos estamos à mercê da criminalidade, seja ela a mais vil e banal. No Piauí não há mais certezas, não se pode ficar nas portas dos lares, não se pode sair da academia, não se pode comprar pão, não se pode ir à farmácia. Não se pode viver... em paz - e essa lista aumenta. Perderam o controle. E as autoridades não fazem nada. Estão a propagandear. É lógico que nas sociedades sempre existirão crimes dessa natureza, embora haja as que durante um ano não registrem nenhum, mas o Piauí... o Piauí se perdeu em seus próprios números e na sua propaganda de que aqui vai tudo bem; se perdeu na sua inércia, paralisia. Cadê o Estado? O ataque a esse jovem não foi só a um cidadão, não foi só à sociedade, foi também a um membro do Estado, aquele Estado Democrático de Direito que os criminosos não respeitam mais. Porque ele é feito de políticos fracos e corruptos, uma cúpula de Segurança composta por fracos, Justiça lenta, Legislativo fraco e corrupto; há falta de uma boa Educação ao longo de anos e continua sem existir. E o povo a sofrer, a esperar um salvador. As polícias gritam sucateadas. Ninguém discute isso. Cadê as autoridades daqui? O pacto de conceder ao Estado a incumbência de proteger seus cidadãos foi alvejado há muito tempo nesse território. Pode até ter sobrevivido, mas então passou a só existir nas propagandas de governos. Quantos assassinatos serão necessários para que o Estado se faça presente na vida dos seus? Por que há tantas armas de fogo nas ruas, nas mãos de bandidos - seres sem a noção da importância do que é uma vida? O que pode ser feito para diminuir essas armas de fogo na nossa sociedade - uma das principais causas de crimes, segundo renomados especialistas? Cadê o Estado? Ah, ele existe? Então não funciona!!!

Fonte: 180/Blogueiro: Por Jhone Sousa e Rômulo Rocha

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe sua opinião. Ela é muito importante para nós...