segunda-feira, 11 de julho de 2016

O Estado e suas obras para irrigar campanhas:caranguejo e leite no cardápio


Luís Correia é um município complexo, com realidades dispares e urgentes em suas necessidades. Se por lado é a capital do turismo do estado, tendo sua população triplicada duas vezes por ano, exigindo esforço redobrado para a manutenção dos serviços com limpeza pública, segurança, abastecimento de água e energia, por outro tem uma região inteira que luta com a falta de água, estrada e outras ações e que é inteiramente desassistida pelo Estado.


A coordenação de Defesa Civil do Município que diga do esforço para a abastecer com carro pipa os povoados, muitas vezes tendo que comprar água da própria AGESPISA para suprir as necessidades dos colégios do Estado na zona rural do município.


Ações da prefeitura são implementadas para solucionar o problema de abastecimento de água. Com a perfuração de poços tubulares e rede de abastecimento de água. Hoje mais de l.500 famílias recebem água em suas casas, depois do Estado ter negado a construção de cisternas na zona rural.


Diante desse quadro, o que se espera é que o Governo do Estado, em suas ações, não eleja falsas prioridades, visando irrigar com recursos públicos candidaturas de políticos que já estiveram no poder e desmontaram o município, deixando rombos e serviços sucateados, como o da saúde, como fez o Kimt Mentira. É preciso que o governador Wellington Dias não repita os erros que seu partido cometeu. Mas parece que a pratica é a mesma: estradas vicinais superfaturadas; serviço de limpeza da orla, também. O povo de Luís Correia não merece ver patrocinado com seu dinheiro, mais uma vez o atraso, e políticos comprometidos com práticas ilícitas.


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe sua opinião. Ela é muito importante para nós...