quinta-feira, 7 de julho de 2016

Lá vem a história da Vikstar de novo com seus 3 mil empregos

Nova unidade da Vikstar no estado vai gerar 3 mil empregos em Parnaíba; Durante viagem a Porto Alegre, o governador Wellington Dias tratou sobre instalação de mais uma filial da empresa no estado. Prédio e instalações serão financiados por meio do Fundo de Investimento da Previdência.

Obras paradas em Parnaíba
O governador Wellington Dias participou, nesta quarta-feira (06), de agenda em Porto Alegre, no Rio Grande do Sul, com o empresário Antonino Nicolodi, presidente da Vikstar Call Centers. A empresa tem filial no Piauí, em Teresina, gerando aproximadamente 14.000 empregos e planeja uma nova unidade na cidade de Parnaíba, no litoral do estado.

A nova filial da Vikstar tem a previsão de gerar 3.000 empregos diretos numa primeira etapa, com perspectivas de chegar a 5.000 empregos em 3 anos. "Gerar emprego é tudo que estamos precisando em Parnaíba e no Piauí, e queremos contribuir para viabilizar esse projeto", afirmou o governador.

O escritório da empresa está fechado e todos os funcionários foram demitidos no final de janeiro deste ano
O prefeito de Parnaíba, Florentino Neto, ressaltou o esforço entre o executivo municipal e o legislativo parnaibano para concretizar a iniciativa. "A prefeitura e a Câmara Municipal fizeram sua parte com aprovação de incentivos para atração do investimento. 

Parnaíba tem rede de fibra óptica com banda larga de alta velocidade, tem o público que mais precisa de empregos nesta área de atendimento via internet, que são os jovens, os estudantes, com a presença ampliada da Universidade Federal, Universidade Estadual, Instituto Federal e faculdades particulares, além de grande rede de ensino médio. Nossa prioridade é gerar emprego e renda", defende Florentino.


EM TEMPO:
 
Desde o ano passado que o prefeito Florentino Neto anuncia a presença da Vikstar em Parnaíba, com a geração de 3 mil empregos a partir de março deste ano. Os primeiros seriam gerados já em dezembro do ano passado. A Prefeitura doou o terreno para a empresa, as obras foram iniciadas mas em janeiro deste ano o escritório da empresa está fechou e todos os funcionários foram demitidos no final de janeiro deste ano. (Com informações do Jornal da Parnaíba)

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe sua opinião. Ela é muito importante para nós...