sexta-feira, 3 de junho de 2016

Requerimento de Iracema é aprovado em Comissão Externa na Câmara dos Deputados



Divulgação

Nesta manhã de quinta-feira (02/06), na Câmara dos Deputados, a aprovação na Comissão Externa destinada a fazer o acompanhamento e fiscalizar as investigações realizadas sobre o caso de estupro coletivo que ocorreu na cidade do Rio de Janeiro e na cidade de Bom Jesus no Estado do Piauí, do Requerimento 0001/2016, de autoria deputadas federais Iracema Portella (PP-PI) e Soraya Santos (RJ).


Na última semana, dois casos de estupro coletivo, um no Rio de Janeiro e outro no Piauí, chocaram o Brasil e provocaram uma ampla mobilização da sociedade pela punição exemplar dos agressores.

Para Iracema Portella, infelizmente, crimes bárbaros como os cometidos contra as adolescentes do Rio e do Piauí têm se tornado cada vez mais frequentes no País. A deputada lamenta que o Brasil tem vivido dias de recrudescimento da violência de gênero. Isso é muito preocupante, completou.


“Diante desse cenário gravíssimo, em que meninas e mulheres são vítimas de crimes que comprometem a sua integridade física e emocional, apresentamos Requerimento para que sejam realizadas diligências no Estado do Rio de Janeiro, na cidade de Bom Jesus do Piauí e nas unidades da Federação que a Comissão achar por prudência visitar”, justificou.

Iracema ainda reforça que a luta pelos direitos femininos precisa, mais do que nunca, ser reforçada. E o papel do Parlamento é central nessa batalha pelo fim da cultura do estupro, pelo fim da cultura do machismo, pelo fim da discriminação de gênero, pelo respeito às mulheres, pelo respeito à diversidade, por mais tolerância, por menos preconceito, pela construção de uma sociedade verdadeiramente pacífica.
“É de fundamental importância que nós, parlamentares, possamos acompanhar de perto as investigações realizadas sobre o caso do estupro coletivo do Rio. Mas também é essencial que tenhamos a oportunidade de verificar como está a situação em outras localidades para ajudar as autoridades a tomar as providências necessárias à proteção das vítimas dessa violência inaceitável”, disse a deputada piauiense.

--

Assessoria de Imprensa
Deputada Federal Iracema Portella (PP-PI)

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe sua opinião. Ela é muito importante para nós...