quarta-feira, 18 de novembro de 2015

Cerca de 50 pessoas invadem delegacia e matam assassino de mulher e bebê



Lucimar da Silva Bezerra, 33, foi morto nas dependências da Delegacia do Bujari. Cerca de 50 pessoas invadiram as dependências da delegacia para matar o assassino de Jardineis Oliveira da Silva, 23, e a filha dela Amanda Oliveira da Silva.

O grupo de aproximadamente 50 pessoas invadiu a delegacia pela porta da frente, pela porta de trás e pela janela. Armados com facas, um pé de cabra e uma barra de ferro, não tiveram dificuldades para neutralizar a defesa de quatro policiais civis, três policiais miliatres e o delegado. Quebraram o cadeado e começaram a sessão de esfaqueamento. Era por volta das 7 horas às 7h30min.

“Queríamos que o doutor soltasse ele para nós matarmos”, disse um dos familiares a um repórter que cobria o assunto nas imediações da delegacia.

Autoridades ligadas à Segurança Pública ainda não se pronunciaram sobre o assassinato nas dependências da delegacia. Duas pessoas foram detidas. No momento do linchamento, havia sete policiais fazendo a segurança. O delegado também estava no momento. Agora, a delegacia está totalmente isolada.

“Quando eu cheguei aqui, vi mais de cinquenta pessoas saindo da delegacia. Tinha um policial com um homem com uma faca, mas quando o policial estava prendendo esse homem da faca os lá de dentro já tinham feito o serviço. Um entrava e outro saia”, diz a testemunha Narciso Silva.

Conheça o caso :

Lucimar da Silva Bezerra, 33, matou Jardineis Oliveira da Silva e a filha recém-nascida, Amanda Oliveira da Silva. Após estrangular as duas, Lucimar abriu o ventre de Jardineis, colocou o bebê dentro e costurou. O crime aconteceu por volta de 12 horas do domingo. Mãe e filha estavam sozinhas. O marido havia saído.


Lucimar da Silva Bezerra

fonte: Faca na Caveira

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe sua opinião. Ela é muito importante para nós...