sexta-feira, 20 de março de 2015

Prefeito Florentino Neto contrata duas empresas por R$ 480 mil sem licitação


O prefeito de Parnaíba Florentino Neto tem usa os recursos públicos dos parnaíbanos ao ignorar a Lei das Licitações (Lei 8.666/93) e efetivar contratos com empresas sem realizar procedimentos licitatórios.

Imagem: GP1

Prefeito de Parnaíba Florentino NetoNa semana passada foi publicado no GP1 uma reportagem sobre três contratos firmados pelo prefeito com a empresa Fox Line. A empresa foi contratada mediante inexigibilidade de licitação no valor global de R$ 1.692.418,37 ( um milhão seiscentos e noventa e dois mil e quatrocentos e dezoito reais e trinta e sete centavos).


As empresas agraciadas dessa vez foram Avancar Consultoria Ltda do empresário Adão de Castro Souza e Campelo e Campelo Advogados Associados do ex-presidente da OAB-PI, Norberto Campelo.

Avancar Consultoria

A prefeitura de Parnaíba, através da secretaria municipal de Fazenda, assinou o contrato nº 115/2015 com a empresa Avancar Consultoria no valor de R$ 300.000 (trezentos mil reais) cujo objetivo é a prestação de serviço de consultoria, assessoria, orientação e supervisão operacional na implantação do sistema de planejamento financeiro sendo necessário para otimizar os procedimentos administrativos da secretaria.

Imagem: ReproduçãoContrato com a Avancar ConsultoriaO contrato com a Avancar Consultoria foi assinado no dia 16 de janeiro e terá validade até 31 de dezembro deste ano.

Campelo e Campelo Advogados Associados

O escritório de Norberto Campelo foi contratado, com valor mais modesto, pela Controladoria Geral do Município no valor global de R$ 180.000 (cento e oitenta mil reais) para desempenhar serviços de assessoria jurídica visando o acompanhamento e defesa de causas administrativas junto ao Tribunal de Contas do Estado do Piauí e Tribunal de Contas da União, bem como subsidiar a CONGER em relação às normas de Direito Financeiro e Resoluções dos respectivos Tribunais.

O contrato acima foi assinado no dia 06 de janeiro e terá validade até 31 de dezembro deste ano.

Os dois contratos foram efetivados mediante a modalidade inexigibilidade de licitação.

Imagem: ReproduçãoContrato com Norberto Campelo
Fonte GP1

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe sua opinião. Ela é muito importante para nós...